Sustentabilidade: Estudo busca reduzir água na produção de carne

Para produzir 1 Kg de carne bovina são necessários mais de 15 000 litros de água. Para um litro de leite, são cerca de 1 000 litros. Esses números representam uma média global calculada por uma organização da Holanda. A EMBRAPA Pecuária Sudeste está calculando a quantidade de água gasta para a produção pecuária no clima tropical. Para tanto, está usando um bebedouro eletrônico, que registra a água consumida por cabeça de gado.

"Claculamos desde a água que foi consumida para fazer o insumo, que vai ser usada na medicação dos animais, na alimentação, na irrigação, e até aquela que foi utilizada para lavar o piso", diz Paulo Cesar Palhares, pesquisador da EMBRAPA. 

Toda essa água usada na produção é chamada de Pegada Hídrica. A pesquisa da EMBRAPA só deve ser concluída em 2017. Os resultados do estudo deve ajudar o pecuarista brasileiro garantir a sustentabilidade ambiental e financeira do negócio. "Ele precisa saber se as fontes de água que tem, sejam superficiais ou subterrâneas, sustentam o rebanho dele. Ou, se quiser fazer uma ampliação do rebanho, se tem água para isso", explica Palhares.

Até o estudo ficar pronto e os pecuaristas do Brasil saberem o tamanho da Pegada Hídrica Nacional, é possível melhorar o manejo e utilizar água de maneira racional. Por exemplo, se o gado sentir menos calor, vai acabar sentindo menos sede também.

"Uma dieta muito bem formulada, ofertada de forma correta para o animal, considerando a idade, a genética e o nível de desmpenho, vai fazer com que o uso da água na propriedade seja menor", conclui Palhares. 

Fonte: Canal Rural

 
Home   |   O Laboratório   |   Projetos   |   Colaboradores   |   Publicações   |   Notícias   |   Cursos   |   Contato
UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Campus de Rio Claro
Avenida 24 A,1515, Bairro: Bela Vista,13506-900 - Rio Claro, SP | Fone: (019) 3526-9310 e (019) 3526-9453.
© 2017 - LEBAC - Laborátorio de Estudo de Bacias - CG Propaganda