Beijing cooperará com áreas vizinhas para melhorar qualidade de água

Beijing, a capital chinesa, o município de Tianjin e a Província de Hebei trabalharão conjuntamente para lidar com o problema da contaminação da água mediante o estabelecimento de uma rede unificada de monitoramento hídrico para fim de 2017. As três regiões no norte do país melhorarão seus sistemas de monitoramento da água, os mecanismos de alerta, compartilhamento de informação e resposta de emergência para prevenir a poluição da água, de acordo com um plano divulgado pelo governo municipal de Beijing esta semana.

Beijing, Tianjin e Hebei estão se esforçando para integrar suas indústrias, redes de transporte e medidas de controlar a poluição, a fim de obter um desenvolvimento equilibrado e coordenado da região.   Para assegurar a qualidade da água, Beijing trabalhará com Zhangjiakou e Chengde, duas cidades de Hebei, para proteger as fontes de água e restaurar o ambiente natural ao longo dos principais cursos dos rios e limpar a contaminação nos rios e reservatórios.
O plano pede a intensificação do monitoramento, teste e avaliação da qualidade da água nas fontes, usinas de tratamento e torneiras para assegurar sua qualidade do princípio até o fim. Também exige que a informação sobre a água potável seja publicada este ano e se compromete a uma divulgação mais detalhada em 2018. Com o fim de controlar a contaminação da água subterrânea, a capital chinesa fechará 76 aterros sanitários e 1.143 poços, rastreará a poluição da água subterrânea e começará em 2019 a restaurar a água subterrânea poluída.

Fonte:CRI Online

 
Home   |   O Laboratório   |   Projetos   |   Colaboradores   |   Publicações   |   Notícias   |   Cursos   |   Contato
UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Campus de Rio Claro
Avenida 24 A,1515, Bairro: Bela Vista,13506-900 - Rio Claro, SP | Fone: (019) 3526-9310 e (019) 3526-9453.
© 2017 - LEBAC - Laborátorio de Estudo de Bacias - CG Propaganda