Água discutida em reunião entre Canadá e São Paulo com presença do LEBAC

Brasil e Canadá são dois dos países com maior abundância de recursos hídricos do planeta, o que não os impede de ter problemas com água. Com o aumento da população mundial, a pressão sobre o uso da água será cada vez maior. Os países naturalmente beneficiados pela abundância desse recurso devem começar a pensar em políticas para transformar isso em vantagem competitiva e estratégica.

Essa ideia partiu inicialmente da Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS, do seu ex-presidente e atual Secretário Executivo Everton de Oliveira e foi levada inicialmente para a Secretaria de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, onde foi recebida auspiciosamente pela Secretária Adjunta Monica Porto e posteriormente para o Consul do Canadá no Brasil Stephane Larue, que recebeu a ideia da mesma forma.

Os contatos foram realizados entre os governos do Canadá e do Estado de São Paulo, houve uma reunião de esclarecimentos entre Everton de Oliveira, da ABAS e membros do Water Institute, do Canadá, realizada no Canadá.

A ideia transformou-se em ação. Nesta terça-feira, 25 de abril de 2017, aconteceu uma reunião entre vários técnicos reunidos pelo governo do Estado de São Paulo e do Water Institute, do Canadá. O evento ocorreu no Consulado do Canadá em São Paulo, através de videoconferência com os técnicos canadenses.

Estiveram presentes a Secretária Adjunta da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, Monica PortoEverton de Oliveira, da HidroplanSecretário Executivo da ABAS e do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da UNESP de Rio Claro; Rui Brasil, Coordenador de Recursos Hídricos da SSRH; Patrick Courcelles, vice-Cônsul e Adido Comercial do Consulado do Canadá; Patrick Johann Schindler, Assessor de Relações Internacionais da SSRH; Luiz Fernando Carneseca, da Assessoria de Ação Regional do DAEE-SP; Cláudia Luciana Varnier e Amélia João Fernandes do Instituto Geológico do Estado de São Paulo; Ricardo Hirata, do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo; Edson Wendland, da Escola de Engenharia de São Carlos da Universdidade de São Paulo; Fabiano Fernandes Toffoli, da Agência Ambiental do Estado de São Paulo, CETESB; Ricardo Luiz Mangabeira e Flávia Braga Rodrigues da Secreteria de Saneamento e Recursos Hídricos SSRH; Roy Brower, Diretor Executivo do Water Institute do Canadá; Kevin Boehmer; Diretor Gerente do Water Institute; David L. Rudolph, do Departamento de Ciências da Terra da Universidade de Waterloo; Peter Deadman e Merrin Macrae, da Faculdade de Meio Ambiente da Universidade de Waterloo, Canadá.

Os trabalhos terão continuidade com a vinda de um grupo de pesquisadores canadenses para a realização de uma oficina de trabalho no final de outubro. A vinda destes pesquisadores será dividida com a participação de alguns deles no V Congresso Internacional de Meio Ambiente Subterrâneo – V CIMAS, a ser realizado nos dias 30 e 31 de outubro de 2017, na Fecomercio, em São Paulo. 

 
Home   |   O Laboratório   |   Projetos   |   Colaboradores   |   Publicações   |   Notícias   |   Cursos   |   Contato
UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Campus de Rio Claro
Avenida 24 A,1515, Bairro: Bela Vista,13506-900 - Rio Claro, SP | Fone: (019) 3526-9310 e (019) 3526-9453.
© 2017 - LEBAC - Laborátorio de Estudo de Bacias - CG Propaganda