Governo de SP não considerou águas subterrâneas para complementar abastecimento

Com  a crise hídrica vivida em São Paulo, para não ficar sem água cresce a procura por poços artesianos, porém a maioria são clandestinos. Segundo Ricardo Hirata, vice-diretor do Centro de Pesquisas de Águas Subterrâneas da USP (CEPAS), o governo estadual não considerou nos últimos anos que as águas subterrâneas poderiam ser uma alternativa complementar para abastecimento da Região Metropolitana. 

 

Ouça a repostagem completa em: http://www.redebrasilatual.com.br/radio/programas/jornal-brasil-atual/2015/02/governo-de-sp-nao-considerou-aguas-subterraneas-para-complementar-para-abastecimento

 
Home   |   O Laboratório   |   Projetos   |   Colaboradores   |   Publicações   |   Notícias   |   Cursos   |   Contato
UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Campus de Rio Claro
Avenida 24 A,1515, Bairro: Bela Vista,13506-900 - Rio Claro, SP | Fone: (019) 3526-9310 e (019) 3526-9453.
© 2018 - LEBAC - Laborátorio de Estudo de Bacias - CG Propaganda